Conecte-se

#Assange

Um telegrama para Assange [ep.97]

Jornalismo, grandes conspirações internacionais e perseguições políticas inacreditáveis; como Julian Assange, um hacker australiano, mudou a imprensa mundial com o WikiLeaks

Tomás Chiaverini, da Rádio Guarda-Chuva
#Assange6 de set. de 231 min de leitura
Tomás Chiaverini, da Rádio Guarda-Chuva 6 de set. de 231 min de leitura

Nos idos de 2010, a jornalista Natália Viana recebeu um estranho telefonema. Ela teria de estar em Londres dali a dois dias para participar do maior vazamento de documentos secretos da história. A Natália obedeceu, largou tudo, se descambou para a Inglaterra e se juntou a uma força tarefa que ajudaria a mudar o jornalismo mundial.

Neste episódio de podcast, a gente reconta essa história, relembra dos primórdios do WikiLeaks, fala sobre os impactos da iniciativa no jornalismo e na política internacional, e analisa a situação jurídica de Julian Assange.

- Episódio relacionado

#86 - A Vaza-Jato e o mea culpa da imprensa

- Entrevistados do episódio

Natália Viana

Jornalista cofundadora e diretora executiva da Agência Pública

Tanguy Baghdadi

Professor de relações internacionais, cocriador e apresentador do podcast Petit Journal.

- Ficha técnica do episódio

Design das capas dos aplicativos e do site: Cláudia Furnari.

Trilha sonora tema: Paulo Gama.

Mixagem de som: Vitor Coroa.

Apoio de produção: Ana Carolina Maciel.

Apoio de edição: Matheus Marcolino.

Direção, roteiro e edição: Tomás Chiaverini.

#Assange
WikiLeaks
Natalia Viana
agencia publica
revelações wikileaks
Petit Journal
Rádio Escafandro
Tomás Chiaverini
Rádio Guarda-Chuva